Contábil, Fiscal & Tributário

O que é a Nota Fiscal de Serviço?

Avatar por
5 meses atrás 3 min

NFSe, também conhecida como Nota Fiscal de Serviço eletrônica, é um documento comumente utilizado na comprovação da prestação de serviços. Vale destacar ainda que a NFSe é um dos tipos de nota que é lançada no ambiente online.  

Nesse contexto, também é necessário um documento no formato eletrônico para comprovar essa transação e a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica ajuda justamente nessa questão. Além disso, a emissão correta da NFSe ajuda a combater a sonegação de tributos, ajuda no controle de gastos, identifica a quantidade de compras, os impostos a serem pagos e facilita a troca dos produtos por parte dos consumidores.

Apenas o MEI não é obrigado a lançar o documento. Pensando na importância deste tema, preparamos um guia completo sobre a NFSe. 

Então, o que é Nota Fiscal de Serviço? 

A Nota Fiscal de Serviço, ou NFSe, é utilizada para comprovar a prestação de serviços. Lembre-se que só pode aparecer um tipo de serviço nessa nota e é permitido lançar o documento apenas quando a atividade for finalizada. Diante dessa característica, podemos dizer que as NFSe funcionam como se fossem notas de serviço. 

Quais as diferenças em relação ao NFSe e NFCe? 

Não é muito difícil compreender as diferenças da NFSe para NFe e NFCe. Isso porque, a maior parte das distinções estão relacionadas com a parte conceitual e a finalidade de cada documento. Por isso, antes de explicar melhor sobre as distinções é importante falar sobre o significado das outras duas categorias de cupons fiscais eletrônicos.  

Nota Fiscal Eletrônica (NFe) 

Primeiramente, a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) é mais utilizada nas transações entre pessoas jurídicas. O documento pode ser operado nas transações comerciais de um produto ou serviço.  

A validação depende de certificado digital e da secretaria de Fazenda de cada Estado. É importante destacar que, por meio desse comprovante, o fisco arrecada o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que é um tributo de competência estadual. 

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFCe) 

A Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, por sua vez, faz referência ao cupom entregue ao cliente. Por isso, esse documento é bastante comum no varejo, farmácias, bares, restaurantes e outros estabelecimentos. A nota permite que o consumidor verifique o que comprou, pois, nesse documento constam informações sobre o dia e o horário pelo qual a mercadoria foi comercializada, a identificação da empresa, condições de pagamento e a descrição do produto. A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, por sua vez, faz referência ao documento fiscal que é entregue ao cliente, por isso, é utilizada com mais frequência no varejo. 

 

Nota fiscal de serviços eletrônica (NFSe) 

Esse formato de arquivo segue o padrão brasileiro de escrituração fiscal e, por isso, pode ser utilizado em todo o país de forma segura. Quando alguma compra é feita, o cliente, na maioria das vezes, recebe a nota fiscal nesse formato e o arquivo pode ser convertido em PDF. Essa exigência tem como objetivo facilitar o trabalho dos órgãos fiscalizadores que verificam, por exemplo, se uma empresa pode ser MEI, se os impostos estão sendo pagos corretamente, entre outras questões. Além disso, a não emissão de notas pode ser considerada como sonegação de impostos.

Essa prática é criminosa e pode levar o responsável a situações mais graves, como a prisão. 

Benefícios da NFSe 

Quem utiliza a NFSe reduz os custos com armazenamento de documentos e otimiza o tempo, pois todo o sistema é informatizado. 

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSe) proporciona diversos benefícios para os negócios.  

Os principais aspectos positivos da NFSe são: 

– simplificação dos processos tributários e burocráticos; 

– apresenta validade jurídica e fiscal; 

– reduz gastos com o armazenamento de documentos, compra de papéis e gráfica; 

– possibilita a automatização da emissão e recebimento; 

Vantagens do Armazenamento de Notas Fiscais 

Primeiramente, você terá um maior controle em relação às transações efetuadas em um determinado período. Com isso, você terá mais clareza para pensar em ideias que possam gerar novas fontes de receita. Além da questão estratégica, o armazenamento de notas fiscais evita que você tenha problemas com os órgãos fiscalizadores. 

NFSe como qualquer outro XML fiscal, precisa ser escriturado para pagar os impostos e também armazenando por questões de segurança e fiscalização. 

Passo a passo do download de NFSe na Klaus 

– O cliente adiciona uma nova empresa com o certificado; 

– Habilita a opção NFSe; 

– Parametriza a prefeitura desejada; 

– Salva e coloca para baixar; 

A Klaus baixa até o momento notas tomadas de 743 municípios do Brasil, com novas prefeituras sendo implementadas constantemente. 

Categorias da postagem